quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

"Minutos criticos"

Ora bem, sempre fui uma rapariga dada a desafios, ou seja, tudo o que era para me testar eu tinha que conseguir superar. Claro que tive falhanços, porque nem tudo está à minha altura, mas a verdade é que sempre que vejo que é algo que consigo, que tenho que conseguir porque aparentemente é fácil, faço de tudo para conseguir, mesmo quando a minha paciência se está a esgotar. Portanto, não fosse eu TEIMOSA...

Reviro mil e uma coisas, dou voltas e voltas para conseguir o tal "desafio", tenho uma paciência do tamanho do mundo (depende das coisas claro) e por isso acabo sempre por conseguir, mesmo que demore muito tempo...

E de vários desafios que me lembro, não tenho assim nenhum que me tenha custado tanto...
Até que, à dias encontrei 1!!!
Para mim, abrir garrafas de vinho (quem diz garrafas diz outras coisas também, desde que tenham rolhas) é um sacrifício, um sacrifício muito grande...
Não sei porquê, mas nunca consigo abrir nenhuma garrafa que saia direita (ora bem, durante toda a minha vida ainda só abri 2 :D).
A rolha desfaz-se sempre, a garrafa fica quebrada (ufa, mas não parte :)) e a pior figurinha é que para abrir uma garrafa de vinho, tenho que estar com pegas de cozinha (daqueles de enfiar a mão, não me vá eu cortar)... AH, É VERDADE, e o saca-rolhas fica COMPLETAMENTE torto...
Hoje tive que abrir uma, pois precisava do vinho para temperar e o cenário de cima, aconteceu exactamente hoje. Mais de 10 minutos para abrir a garrafa.
É verdade que há daqueles pacotes (como os de leite) de cartão fáceis de abrir, mas eu lembro-me lá de comprar desses...
Só não me ponho à pancada com a garrafa porque sei (é mais do que provável) que no fim quem se vai aleijar sou eu :D
Mas que lhe vale também é a minha paciência!!!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Passado 11 dias, aqui volto eu!!

É óbvio que não vai adiantar dizer que a causa da minha ausência foi a preguiça ou o PC a bater mal (ups, já disse)....
Mas a verdade é que aqui estou (a visitar o meu canto e de outros) e por incrível que pareça, não tenho muito para dizer (fantástico não é? :P).

e como o meu pequenino post só agora é que vai começar, em vez de dar o titulo lá em cima, dou cá em baixo
(...lá em cima está o tiroliroli,
cá em baixo está o tirolirolé,
juntaram-se os dois à esquina,
a tocar a concertina,
a dançar o solidó...)

lembrei-me da musica... ok, a verdade é que não é só o BLOGUÓTICO a precisar de ir ao medico, parece que eu também preciso mas felizmente por motivos de constipação, pena a constipação ter alguns contras (ao menos ainda nao fui aconselhada a internamento como o "nosso" amigo ali de cima :P)

bem, ia no titulo do post...
3, 2, 1 e começa:

MOMENTOS

A) está bem que a gripe A anda por ai, afectando muito gente, infelizmente já morreram pelo menos 16 pessoas, mas por amor de Deus, acho que anda muita gente a stressar desnecessariamente.
Temos que ter cuidados, para prevenir é verdade... mas fogo, uma pessoa não pode tossir e olham logo meios atrapalhados para a pessoa que tossiu, não se pode dizer que se está ou esteve constipado, que perguntam logo se não é a gripe A
.
muito sinceramente até já me começa a irritar... se alguém me tornar a tentar perguntar ou insinuar se estou com gripe A, a minha resposta será "não, não é, é sida" talvez não se aproximem mais (sem ofensas e lamento os que têm ambas), mas começa mesmo a irritar o olhar nojento das pessoas...


B) A semana passada, nos inícios até tive "medo" de me rir, de deitar para fora grandes gargalhadas... É que o homem daqui de casa, decidiu ir lavar o carro, la põe uma moeda, carrega em iniciar e...

a mangueira começa completamente a andar de um lado para o outro (é que ele tinha que mudar de pressão e pegar antes na mangueira... ora bem, eu ali no carro a ver esta situação toda, nem sabia se havia de rir... mas quando olhei bem para ele, de fatinho e sapatinho, a levar com a agua toda e a não conseguir segurar na mangueira e ao mesmo tempo a rir-se, é óbvio que comecei a chorar de tanto rir (bem, para ser sincera se fosse comigo e o visse a rir, punha-me era a mandar vir, daí ficar na duvida LOL).


C) os miúdos querem sem duvida tudo...

diz a mãe:
-ora vamos lá ver, aqui há iogurtes de chocolate, d...
a filha com cerca de 4 anos:
-eu quero de "checolate"...
-de morango, natural...
a filha interrompe:
- eu quero de morango, de natural...
lá fui eu dar uma volta (é que passei por elas por acaso) quando tornei a passar, reparei que o decidido tinha sido levar os de morango... haja paciência ou talvez dinheiro :P


D) Adorei ter visto o Benfica a perder com o Guimarães, a equipa do Benfica mais pareciam umas baratas tontas a correr de um lado para o outro sem fazerem nada, nada, nada... coitaditos, tavam todos rotos (em todos os sentidos, de certeza :P)

Um resto de uma boa semana :)

sábado, 14 de novembro de 2009

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Será que é assim tão difícil formatar o PC???
Por mais que siga as regras (que são varias dicas e diferentes) não está a adiantar de nada.

É que ele já anda a bater mal, agora se quiser medir forças comigo, acho que fica em coma para toda a vida

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Tenho cara de deprimida é??

Andava eu na rua quando de repente sou abordada por uma senhora já com os seus 40 e tal anos...

Ela: oh menina, posso ler-lhe só aqui uma passagem?
(como é normal andarem por aqui com papeis de Jesus, de sorriso na cara,tive resposta imediata)
Eu: Não obrigada, não quero nada disso
(pela insistência dela continuei mais uns segundinhos parada)
Ela: é só para lhe ler uma passagem sobre pessoas deprimidas!
(pronto, foi desta)
Eu: não minha senhora, não quero.
Ela: Porquê? Não gosta de ler?
Eu: DESSAS COISAS NÃO!!!

A minha vontade era perguntar-lhe logo se TINHA CARA DE DEPRIMIDA, mas preferi estar caladinha, antes que ela desse alguma desculpa para ler a tal passagem...

Está bem que cada uma é como é, mas acho que ficaria deprimida era se tivesse o aspecto desleixado dela (sim, porque uma pessoa que aborda assim as pessoas, e as tenta convencer para alguma coisa, no mínimo bom aspecto devem ter, mas pronto...)

Uma boa semana para todos (principalmente para os deprimidos, porque deve ser dificil às vezes levar o dia até ao fim :D)

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Achamos nós que os miúdos de hoje são tão inocentes, que desculpamos qualquer coisinha...

Pois é, até prova contrario, continuo a achar que eles sabem sempre o que fazem :D

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Agora que ninguem fala...


Depois disto, não é preciso mais explicações ao que se disse :D

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Só me faltava esta...

Eu já estranhava o facto de andar muito sossegadinha (é que não é mesmo habito)...
Doente, cheia de dores de cabeça, de pescoço, de costas, apenas com vontade de estar deitada (o que detesto) e os meus 38,5 graus, não escapam :(

quanto à imagem, foi tirada da net, mas não corresponde muito ao real, pois não estou de pingo, nem ando com um livro atrás de mim :P
(deixem-me é estar sossegadinha a ver TV, com som baixinho claro :))

Espero que passe rápido, e que quando voltar ja esteja boa :)

Bom fim de semana... para mim claro :)
E para vocês também óbvio :P

domingo, 18 de outubro de 2009

Por estar a ver "Uma canção para ti"...

Oh Rita Pereira, não me venhas dizer que foi por seres roubada à poucas horas que ficaste tão "tóninha"...
É que da tua boca só consigo ouvir:
- és tão fofiiiinhaaa, és um ursinho, és tão fofinha bla bla bla
Todos (ou quase todos) dos teus comentários são feitos desta maneira...
Vá, diz lá mais qualquer coisita do teu vocabulário :)

Ah pois é, não é só a sensualidade, a beleza que conta (quer dizer, até há bem melhores :P)!!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Acredito que para além desta vida, teremos uma outra.
Acredito que numa outra vida tornaremos a ser alguém, com a mesma alma, apenas de corpos diferentes. Mas não quero adiantar muito sobre este assunto, porque cada um acredita no que quiser, temos opiniões diferentes, teremos é que respeita-las (talvez um dia destes ainda fale sobre este assunto).

Mas o que queria mesmo dizer, é que afinal há alguém que ainda vá mais longe que eu. Eu acredito nas almas, mas há quem acredite em tudo tal como era (tirando as roupas e a carne humana)...

Lembro-me que quando vi o filme "Titanic" era eu mais novita, lembro-me de ter chorado ao ver o filme. Mas agora, devido aos factos, acho que deviam fazer outra versão do filme, mas desta vez, apostava mais num género de comédia. Ideias não devem faltar :P

E como prova do que digo, aqui fica algo que vai mais além das minhas crenças :D

domingo, 11 de outubro de 2009

(des)interesses...

Quando falo em arte, falo nos desenhos, em montagens de imagens, em trabalhos (no seu resultado), falo no que a imaginação pode fazer, no seu bom resultado...
Apesar de não ser nenhuma profissional no que tenha a ver com artes, eu gosto de desenhar (mesmo que para alguns não seja interessante), gosto de transformar peças de roupa (até quando o material nos pareça inútil para trabalhar), gosto de criar coisas com objectos que já não nos sejam úteis... Mais concretamente, gosto de fazer as coisas consoante a minha imaginação...
Hoje apeteceu-me desenhar, pois já não desenhava qualquer coisas à meses...
peguei num livro e procurei imagens que me incentivassem a desenhar qualquer coisa, mesmo que modificasse a imagem...

Portanto, em menos de 10 minutos o resultado foi este:



Enfim, este é o meu post de hoje, interessante para mim, desinteressante para outros :)

BOA SEMANA !!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Costumamos dizer que eles vivem num mundo à parte, num mundo deles, mas não, vivem exactamente no mesmo mundo que o nosso.

Eles não nos vêem, mas vêem-se um ao outro. Apenas nos ouvem, sentem que estamos lá.

A nós, procuram o sitio onde nos devem tocar (não haja descuidos), entre eles os dois sabem exactamente a distancia, e o sitio onde podem tocar, sentir… Olho para ela e vejo aqueles olhos brancos(que me metem impressão), mas imediatamente concentro-me no tom de voz, e naquele sorriso grande, nas conversas animadoras, na vontade que ela tem de rir e consigo esquecer que ela é um bocadinho diferente de mim…

Assim, estão tão limitados, um pouco prisioneiros da vida, mas ao mesmo tempo com uma grande liberdade interior…

São um casal, diferentes, mas com uma vida igualzinha à nossa…

Olho para eles, e penso como são capazes de fazer com que não haja diferença entre nós e eles, como conseguem levar a vida sempre a sorrir, como conseguem ter uma força de vontade tão grande!!??

Fecho os olhos, tento ver como seria a minha vida sem eu ter visão… e não, não consigo imaginar!

E é por isso que lhes dou grande valor, por conseguirem aquilo que nós (supostamente pessoas normais) não conseguimos, nem sequer imaginar…

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Curiosidades...

Suponho que alguns já tenham reparado ao longo do tempo, que a minha imagens inserida com o titulo é mudada várias vezes...
Todas as imagens postas nesse espaço, são fotos vulgares, fotos do dia a dia, à qual as uso para transforma-las com outros fundos...
Gosto de arte, de desenho, gosto de uma boa imagem, e por isso, muitas vezes dedico-me a transformar as minhas fotos (dos meus amigos/as, família etc) naquilo que me passar pela cabeça...

E é por isso, que venho aqui hoje, comunicar que iniciei um novo blog, apenas para imagens/montagens feitas por mim, dedicando assim àquele espaço, o meu cantinho de artes (apenas imagens)...

Novo blog: O MEU OLHAR!

Espero que gostem...

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Suponho eu...

Não quero ser “mal educada” no palavreado, mas uma vez que este espaço é meu, e só cá vem quem gosta (ou quem vem por acaso) vou aproveitar a situação…
Não sei porquê, mas acho que a minha vizinha de cima
c@g@ bifes e com direito a um molhinho de estufadinho.
É que não deve ser por acaso que na minha casa de banho cheira a carne estufada (vem de cima o cheiro) e já não é a primeira vez …
Talvez se questionem ou me queiram perguntar como sei que é a casa de banho dela e não outra coisa, mas eu digo, que também já não é a primeira vez que ouço outras coisinhas (pum puuuummm e por aí fora) :P



(ando a falhar nos meus cantinhos, aqueles que tanto gosto, mas contra a preguiça não
posso fazer muito.. nesta situação claro :))

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Nirvana, é com muito gosto que recebo mais uma vez um desafio (ou um mimo) teu :)
Não tenho lá muito jeito para descrever determinadas coisas, gostos (etc), mas vou tentar seguir os desafios direitinhos.

Portanto…
DESAFIO Nº1Música Mágica: tenho varias (do JPP por exemplo)
Filme Mágico: ainda me faltam ver muitos, para chegar à conclusão qual será o magico :P
Viagem mágica: ainda não pensei nisso
Maquilhagem Mágica: um lápis de pintar os olhos (pode ser dos chineses) já me deixa mais bonita! (não gosto muito de maquilhagem)


DESAFIO Nº2
Mencionar 3 desejos:
1º -Ser feliz
2º -Ser mãe
3º -Ser sempre independente



DESAFIO Nº3


Casada? União de facto

Filhos? Não

Fumas? Nunca.

Bebes? Sim, acho que se tornou vicio. Ice tea não pode faltar :P

Compulsão por algum alimento? Não.

Frio ou Calor? Calor.

Doce ou salgado? doce

Profissão? Tens muito a ver com isso tens … :P

Ultimo filme visto? Formula 51

Dia mais importante? Às vezes quero mesmo acreditar que foi o dia em que nasci :)


DESAFIO Nº4
Se fosse algo diferente...

Se fosse um mês: seria Dezembro

Se fosse um dia da semana: preferia a sexta-feira (porque sábado não conta)

Se fosse uma hora do dia: seria a hora de dormir (hora indeterminada)

Se fosse uma direcção: iria sempre em frente

Se fosse um móvel: seria daqueles bem pequeninos que não chamassem atenção

Se fosse uma bebida: seria um ice tea fresquinho

Se fosse uma pedra: fazia-me rolar, rolar, até cair num sitio que eu cá sei :P

Se fosse uma árvore: queria ser a mais alta

Se fosse uma fruta: seria a banana

Se fosse uma flor: chamar-me-ia Margarida

Se fosse um Clima: seria tempestuosa

Se fosse uma Estação: seria o Verão

Se fosse um Instrumento musical: seria um piano

Se eu fosse um elemento:

Se eu fosse uma cor: seria o azul (faz-nos ver o horizonte)

Se eu fosse uma criatura mágica: seria a fada madrinha :P

Se eu fosse um insecto: mais valia mandar-me contra uma parede antes que alguém acabasse primeiro comigo

Se fosse um som: seria apenas o zumbir das moscas (fazem pouco barulho)

Se fosse uma música: tilintava-te agora aos ouvidos “quer, quer, quer, quer casar comigo, ser mais que bons amigos…”

Se fosse um sentimento: seria a Amizade

Se fosse uma personagem da mitologia Grega: Afrodite

Se fosse uma comida: queria ser a mais apetitosa

Se fosse uma palavra: “odeioamarte” :P

Se fosse um lugar: serio o mais sossegadinho

Se fosse um sabor: saberia a mentol

Se fosse um cheiro: seria o mais leve possível (não fosse eu criar enjoos)

Se fosse um verbo: vencer

Se fosse um objecto: seria o mais valioso, para que me guardassem sempre com jeitinho

Se fosse uma parte do corpo: seria o Cérebro claro (quem não gosta de comandar?)

Se fosse uma expressão facial: não resistia em controlar um belo sorriso

Se fosse uma personagem da Banda desenhada: seria aquela que ainda não foi inventada

Se fosse um número: seria aquele que me desse entrada para ganhar o totoloto

Se fosse um acento: seria torta desde nascença (` ^ ´)

Se fosse um sinal de pontuação: seria um ponto de interrogação (tenho tantas duvidas)

Se fosse uma peça de calçado: seria uns chinelos (era mais fácil suportar determinados cheiros)

Se fosse um acessório: seria uns suspensórios (é que hoje em dia, há muitos/as a precisar de uns)

Se fosse um adjectivo: teimosa

Se fosse um gesto: já teria dado muitas “lapadas”… sem querer claro

Se fosse um tique: nem quero pensar em tornar-me “tiqueira” :P

Se fosse um quadro: seria a paisagem mais bonita que alguma vez viram



Pronto… já está (tentei fazer algo em condições)!

Agora, façam o favor de se servir (quem quiser claro) :)

Bom fim de semana !!!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A minha visão...

Já devia ter feito mais cedo este post, mas é que tenho andado TÃO irritada com o pc, que nem tenho cá vindo :S
Foi o antivírus que bateu mal, foi o msn que se desinstalou e não dava para tornar a instalar, eram paginas da net a bloquear, é a conta de utilizadores do pc que me aparece em branco e não me deixa sequer fazer nada (nem criar contas, nem mudar a pass do pc etc), é o sistema de restauro que tambem aparece numa pagina em branco, impedindo desta forma também mexer... com isto tudo apenas consegui instalar outro msn (mais antigo e foleiro) e meter um antivírus que instalei (quando tenho um que comprei ainda bem dentro da validade, mas este também me aparecia em branco, não podendo eu mexer em nada).
portanto, se alguém souber o que se passa (pelo menos com a conta de utilizador e com o sistema de restauro, que me dê pelo menos umas dicas :P)

mas avançando...
aqui deixo a minha versão (gostei de terem participado) uma vez que preferi sublinhar (embora os desenhos tenham ficado meios esquisitos) para justificar a minha visão:

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Eu consegui! E tu consegues? :P

Adoro este tipo de imagens, chamam-me imensa atenção!!

Quem Procura, Acha - OraPois - Piadas, Humor, Fotos, Videos e Jogos

Vou lançar um desafio, mas não daqueles que costumam rolar nos blogs com selinhos (apesar de gostar)... Gostaria de fazer algo diferente, e por isso aqui fica a regra para quem quiser participar:

1- Olhar para a imagem e durante um minuto dizer o que consegue ver para alem das nuvens, o céu azul, o rochedo, as árvores e a relva

Nota: caso demorem mais tempo, apontem os minutos na mesma...

(levai-vos à imaginação :))

sábado, 12 de setembro de 2009


Eu não quero ser má, mas foi impossível deixar escapar-me esta.
E como este é um espaço onde escrevo o que quero, o que penso, o que sinto, no fundo o que bem me apetecer, quer leiam ou não, aqui deixo o meu pensamento...

Esta frase (quem na gosta de bixinhos na gosta de mim) para mim é no mínimo suspeito...

O que quero dizer, é que há varias maneiras de interpretar esta frase e como o meu pensamento é... ai, como se diz, que não me estou a lembrar? hum.. é melhor não dizer :P (mas pronto avançando) pensei logo mal...
Este rapaz ou é "bichao" (já ouvi esta expressão) ou tem tendências bichanas... ahahahaha

desculpem lá, mas como já disse noutros blogs, parece que hoje não estou lá muito bem (até já disse ao Gemini que troquei a pílula por xanax, mas parece que troquei por algo bem pior :P:P).

Amanhã ou noutro dia voltarei para escrever algo mais decente :)

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Há determinadas expressões que ouvimos dizer, mas que nem reflectimos bem ao ouvi-las, não pensamos logo no significado ou até se tem total lógica ou compreensão ao ouvir...

Já não seria a primeira vez que ouvia frases como estas:
- aquele filho da P#t@ deixou-me na m£rd@, nem quis saber de mim para nada...
- vou ficar eternamente agradecido a X porque foi quem mais me ajudou quando mais precisei, tirou-me da m£rd@...
- quando mais precisei dele/a não quis saber..
- etc

Ora bem, nunca tinha visto neste ponto, mas...
aprendi definitivamente (enquanto via um filme à noite na RTP1) que nem todos os que cagam em nós, são necessariamente nossos inimigos e que nem todos os que nos tiram da merda são nossos amigos...

Estranho não é? mas parece que é mesmo possível (por acaso nunca passei por isso, para poder falar da minha justiça :P)

E até deixo aqui um exemplo (muito resumido) que deu no filme:
uma pássaro (até acho que era um pato transformado num cisne, mas adiante) enquanto voava, cai de repente congelado...
passa uma vaca e caga em cima dele, como a m£rd@ estava quente, descongelou o pássaro, e então este agradece por estar vivo... vem de seguida um gato(ou aguia) que lhe tira a m£rd@ de cima e come-o...

Portanto...
Se alguém cagar para vocês, não levem muito a mal (pode dar bons frutos :P) mas se alguém vos tira da m£rd@, nunca mostrem logo o quanto estão gratos.
Deixem passar um tempo para analisar a situação... ehehe

ACRESCENTO às 14:40 : há um blog, com o mesmo tema que o meu, não com a mesma escrita, mas com o texto parecido, tirando umas partes que eu pus a mais... Mas garanto que não foi copiado, uma vez que vi ontem num filme e mesmo ontem o apontei num papel para hoje não me esquecer, uma vez que o sono ontem ja estaria muito visível...
Até porque sou contra quem copia de uns blogs para os outros...

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Problema resolvido :)

Green , suspeitaste que a versão do Internet Explorer poderia ter algum erro, sugeriste que usasse o Mozilla...
Achava eu que o problema então era do Mozilla e não da Internet Explorer, porque a pagina que uso sempre é a do Mozilla... não tinha eu era experimentado (nem me passou pela cabeça)ao contrario...

para minha surpresa experimento o Internet Explorer, vou comentar a um blog para fazer a experiência... não é que deu mesmo?
que vale é que o meu comentário foi "será que já consigo comentar?" porque caso contrario, se escrevesse uma treta qualquer, ainda pensariam que não batia bem da tola :P

portanto... de uma certa maneira ajudaste :)

Obrigada Nirvana, Mário e S* pela tentativa de conseguirem ajudar :)

era Tao fácil, e eu aqui cheia de complicações...
é o que faz dizermos que não gostamos de uma coisa, e "arruma-la para canto" quando por vezes são essas mesmas coisas que nos favorecem...
por incrível que se pareça até se tira uma lição (digo eu, cá para mim)

terça-feira, 8 de setembro de 2009

AINDA NÃO CONSEGUI PERCEBER PORQUE RAIO NÃO CONSIGO COMENTAR ALGUNS BLOGS...
CARREGO EM COMENTAR E APARECE-ME DESTA FORMA PARA COMENTAR
BEM QUE JÁ CARREGUEI EM TODAS AS OPÇÕES MAS MESMO ASSIM NÃO ME APARECE NADA EM CADA UMA DELAS :s

sábado, 5 de setembro de 2009

Há uns tempos para cá, as pessoas têm vindo a alterar bastante a escrita das palavras. Substituem umas letras por outras, justificando que assim se escreve muito mais rápido…

Abreviar é uma coisa, agora, substituir por exemplo o “C” ou o “S” por “X”, o “Q” por “K” é outra coisa!!

E sem me adiantar muito, apenas digo que fico “parva” ao ler textos destes (não o texto em si, mas a escrita):


Texto 1: “e dificil superar as pessoas os pedidos de desculpa a confuzao desta vida e o mais grave dizer mos k a nossa vida acaba akui n pensem assim pokue vos vai levar ao abismo a dor suporta-se o que vai la vai n e persiço nos sacricamos por algo k ja n exiteui na terra pessem assim n chorem pessem neles ou nelas com muita força pk vai ter uma vida menhor da k nos temotodos aprendase-mos com isto …”


Texto 2: “de tudo um pouko.... dxd novelax.... a filmx.... d acçao .... ...romanxe..... ...hixtórias veridikax.... ..etc...”


Texto 3: “as koixax boax da vida akabam smpr pur akontxer....basta experarex....xega smpr.....tamox a falr de amor...o xentimento maix bonito k podx xentir....e bom....exprementem...ja arixkeie n tou arepndida........i love my life.....”

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Como referi no post anterior, a minha ausência derivou ao facto da preguiça ser mais forte que a minha própria vontade de cá vir, quanto mais não seja espreitar os meus cantinhos preferidos...
Mas apesar da minha ausência, houve quem não se esquecesse do meu cantinho e por isso tive direito a um mimo :)
Agradeço à Nirvana e ao Gemini o selinho que me ofereceram, recebendo-o com todo o gosto!!



Como tal, este prémio tem umas pequeninas regras para cumprir...
mas, pela primeira vez vou contrariar tais regras

REGRAS:
1ª- mencionar quem ofereceu (esta já está)
2ª- oferecer a oito 8 pessoas
3ª- avisar quem foi premiado

CybeRider, Gemini e Nirvana (apesar de ambos já se terem dado uns aos outros o mesmo prémio, o que já não tem muita piada, mas conta para mim a intenção):
- Por terem (inconscientemente) conseguido que o meu interesse pela leitura fosse maior (sim, porque os vossos textos não são assim tão pequeninos );
- Por serem sempre aqueles a quem eu visito mal abro o blog, apesar de por vezes não comentar,
- Por sentir que cada vez que leio uma linha do vosso texto, dá-me sempre a sensação que as próximas serão ainda melhores, o que me faz ler tudinho;
- Por estar tão habituada à vossa presença no meu espacinho (mesmo quando "falham" , quero sempre acreditar que algo vos impediu de lá ir)
- Por serem aqueles que jamais quereria conhecer para alem deste espaço, porque aqui é bem mais "especial" (sem que me interpretem mal, claro)...

Blogatadas , S* , Saltos Altos Vermelhos , Digo Eu, Escarlate ,
- Apesar de não visitar com tanta frequência, são espaços que gosto, que tanto na brincadeira como em assuntos mais sérios, conseguem-me fazer perder tempo a pensar no que poderei dizer (mesmo que acabe por não dizer nada)
- São espaços que têm a sua graça, que mesmo que não tenham muito a dizer, o que dizem sai sempre bem :)

Como são apenas 8 (o que já estão), o que tenho a oferecer a outros espaços que me faltam na lista, é um "muito obrigada" não só pela vossa presença no meu espaço, mas pelo facto de também me oferecerem boas leituras nos vossos espaços!!!

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Apesar da "saudade"...

<span class=
(a falta de cedilha foi erro do site)

Até porque tive direito a dois miminhos (apesar de serem iguais) :)
Obrigada, amanhã passarei pelos vossos (e meus) cantinhos para ir la busca-los (por direito :P) com todo o gosto!!

E para finalizar, deixo-vos algo que fica ao vosso critério analisarem (ou não) cada uma das vossas situações (quanto mais não seja para darmos nomes às "coisas" (às vezes ajuda))

(para melhor visualização clica para aumentar)

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Foi mais dificil do que pensei

Vamos os dois na carrinha, em direcção à praia…
Eu: vamos correr uma hora?
Ele: oh, uma hora?
Eu: sim, meia hora para um lado, meia hora para o outro
Ele: ?? (num estado de quem estava pensar)
Eu: oh, tu nem consegues, não aguentas é por isso que não queres Eu sempre corri bem, aguento na boa.

Chegamos ao destino…
Olho para a frente, tenho muito que correr/andar (ok, eu consigo na boa)…
Começamos com aqueles passes rápidos.

Ele: anda lá, temos que ir ao mesmo tempo
Eu: espera, estou só a aquecer.

Passado 5 minutos (ou nem isso)

Ele: então?
Eu: fogo que queres? Ate já me doem a ponta dos dedos, estas sapatilhas aleijam-me

Pois, não escapei a um olhar de “gozo”…

Eu: oh fogo, também não exageres, tas a andar muito depressa.
Ele: não estou nada, tem de ser assim, mais devagar estou parado.

Lá fui aquecendo os pés e ate começou a dar bom resultado.
Nalguns momentos ate lá ia de propósito num passe mais exagerado, a desafiar, mas claro, dizia-me ele que tinha que ser num passe equilibrado…

Eu: oh fogo, não gosto nada de andar assim, gosto muito mais de correr, aguento mais depressa.
Ele: tu aguentas mais a correr do que assim? (com um sorriso nos lábio)
Atribuindo o sorriso digo:
- sim é muito mais fixe…

Ok, já estávamos a chegar à ponta de um lado, agora era andar tudo para trás…

Eu: agora vamos sempre a correr ta?
Ele: oh a correr?
Eu: anda lá, eu aguento.
Ele: ok…

3, 2, 1 corrida!

( lá ia eu a tentar provar que aguentava)
Eu: ufa, tou cansada
Ele claro ria-se.

Ficava eu para trás.
Ele: então?
Eu: olha não aguento, não estou habituada, isto ate me faz mal (com o jeito de quem realmente lhe estava a dar razão, era impossível logo À primeira)
Ele: eu disse-te, vamos a andar
(já me doía desde o peito até À boca, com a respiração de “cortar”)
Eu: não, vamos a correr, eu aguento, não paro, a serio.

Duraram 5 minutos a corrida…

Está decidido, vamos a andar…
Só queria mesmo ver a carrinha, poder-me sentar, descansar e descalçar…

Olha ela, já chegamos (automaticamente sinto um alivio no corpo todo)

Eu: então, já passou de uma hora não já?
Olhou para o relógio a sorrir e diz:
- passaram apenas 30 minutos…
Eu: fogo que estranho, mas pronto, isto é porque não estou habituada, mas aposto que se fosse à uns tempos atrás corria mais que tu….

Soube-me tão bem sentar-me e descansar, ligar a radio e ouvir uma música bonita como esta:

sábado, 8 de agosto de 2009

Fizeste-me perder vários anos da minha vida,
Proibiste-me inconscientemente de ter aquilo que mais queria
Queria que voltasses, mas parecia impossível

Mais tarde “voltaste” mas não como eu desejaria
Agora fazes-me perder varias horas do meu dia
A pensar no que eu (não) queria.

Quando estou contigo sinto um arrepio
Não sei se é amor (eu amo-te)
Não sei se é “rancor” (eu odeio-te)

Quero estar perto
Mas ao mesmo tempo tão longe
Queria que me esquecesses
Queria tanto que te lembrasses de mim

No meio de tantas contrariedades
Deixo aqui o meu afirmativo OBRIGADA
Tiraste-me tudo
Mas deste-me um mundo

(feito e sentido pela tua filha)
Soraia

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

(imagem tirada de um hi5)

Eu costumo dizer que não tenho nada a ver com a vida dos outros, que cada um sabe o que faz (isto quando não é um/a amigo/a que precisa de ajuda), mas desta vez “não consegui” deixar passar.


Não vou adiantar muito porque é um tema que se fala muito (ou não).

Acho que realmente hoje em dia as pessoas apaixonam-se/ mudam de namorado muito rapidamente. Costumo dizer que é como mudar de cuecas, hoje veste-se umas, amanha já se tem que mudar…

É obvio que cada um tem os seus sentimentos, não demonstramos as mesmas reacções, mas…

Agora, tentar arranjar um novo amor, para esquecer o outro???? Mas que grande palhaçada.


Que eu saiba o amor não se procura, aparece quando menos esperamos.

Por vezes nem nós percebemos que esse tal amor já existe dentro de nós e quando damos por isso, já estamos mesmo “apanhadinhas/os.

Só faltava mesmo escrever: procuro novo amor, porque o outro correu mal, alguém quer candidatar-se? Entrevista às X no local X, pede-se referencias !!

Quer dizer… às tantas lá serve o primeiro..


É cada um/a… enfim, elas/eles lá sabem….


(não gosto de usar muito este termo, mas… não estou a falar de “curtes”, mas sim mesmo daqueles que procuram novos amores. Afinal UMA “curte” não cria laços )

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Enquanto pequena….
* Lembro-me de contar os anos que faltavam para chegar aos 18 anos
* Lembro-me de querer ser professora de educação física quando fosse grande
* Lembro-me de querer ser independente quando fosse grande
* Lembro-me de desistir da ideia de ser professora se ed. Física porque tinha que estudar muito
* Lembro-me de querer ser professora de primaria
* Lembro-me de querer ter um dia aquilo que não pude ter enquanto criança
* Lembro-me de dizer que aos 18 anos sairia de casa, casaria aos 23 e teria filhos!

Enquanto adulta
* Lembro-me de chorar em frente ao espelho depois se me cortarem o cabelo
* Lembro-me de rir enquanto molhávamos as cabeças com a agua que escorria das pedras
* Lembro-me de brincar às professoras
* Lembro-me de jogar futebol
* Lembro-me quando lhe dizia na escola para tirar as meias porque eram minhas e eu não lhe emprestava, vendo-a “aflita” de vergonha e eu a rir-me na brincadeira
* Lembro-me das brincadeiras da escola
* Lembro-me que afinal era uma criança feliz apesar de alguns contratempos!


Quis ser grande muito depressa e agora que o sou, já não consigo ser criança outra vez!

(podia dizer muito, talvez o texto poderia ser composto de outra maneira, mas acho que apesar de ser a forma mais simples, consegui transmitir a minha mensagem… )

sábado, 18 de julho de 2009

Até te oferecia uns... Se não estivessemos em crise claro!!

Se há coisa que me deixa meia F#did@, é o facto de alguém pôr-se a olhar para mim, manter o olhar na mesma direcção sem quase pestanejar os olhos.
Uma coisa é olhar e desviar o olhar, uma vez que se olhou por acaso, outra é fixar-se e manter-se assim…
Claro que poderá haver alguém que ao ler este post diga (ou pense) que pode ser coincidência, pode ser aquele olhar, que, como se costuma dizer, estar na lua, apenas tem direcção mas que não tem sentido para onde está a olhar.
Até aí muito bem, mas essa teoria acaba quando nos apercebemos que estão mesmo a olhar para nós.
Hoje estava numa clínica para tirar sangue, sentada à espera deparo-me com essa situação…
Pois é, a verdade é que não era um homem (o que se fosse me deixava irritada, porque a “regra” é para ambos os sexos), era mesmo uma gaja (um pouco mais velha).
Pensei logo:
- está a olhar porquê? É a roupa? Humm, não, a dela é melhor. São os chinelos? Hum, as sandálias dela são mais bonitas. Elegante? Talvez fosse mais do que eu. Bonita? Isso já não sei. (devem calcular como funciona a cabeça de metade das mulheres em varias situações :D)
Então convencida de que ela teria de parar de olhar, respondo com o mesmo olhar, fixo , tentando pestanejar o menos possível…
Raios que a gaja não desiste. Entretanto foi chamada.
F#d@sse até que enfim.
Não é que sou chamada depois dela, no mesmo balcão? À beira dela (muito mais perto), ela ainda insistia em olhar, porém eu respondia da mesma forma. Mas vá lá, parece que de perto não era assim tão agradável (para ela) que acabou por ir desviando o olhar. :P
Queria eu bazar, uma vez que não gosto de estar muito tempo à espera, ainda por cima, no final dão-me o papel dela para o levantamento dos exames. Felizmente deu-se pelo erro, senão aposto que no mesmo dia, estaria à mesma hora para levantar supostos resultados . já era coincidência a mais… não estou a ver o meu destino ir em direcção a ela eheheh

Às vezes gostava de saber o que vai na cabeça de algumas pessoas!!!
Manias de mulheres (pelo menos a minha)

Um resto de um bom fim de semana

quarta-feira, 15 de julho de 2009


Às vezes tenho mesmo a sensação que o que apenas me consegue manter de pé, são estes meus ossinhos (são resistentes carago).

Umas das coisas boas que existe num blog, é que apenas só lhe damos utilidade quando bem nos apetece, quando temos pachorra para tal…

Tenho andado assim, sem paciência, tanto para escrever (o que às vezes me apetece, mas tal situação me impede),para ler ( às vezes bem abro as paginas de alguns blogs que gosto, mas a minha paciência e a preguiça da visão, faz com que deixe para mais tarde), como para trabalhar (isso é que é pior)…

Sentimos que por vezes queremos fazer tudo e ao mesmo tempo não queremos fazer nada, acabando nós por fazer as coisas meias contrariadas ou então empurrar para mais tarde (o que às vezes acaba por ser pior)…


Tenho a sensação de que às vezes me sinto um esqueleto ambulante :P

Mas pronto, parece que hoje já estou a arrebitar (caso contrario nao estaria a escrever LOL) e que continue daqui para a frente.


Quanto aos cantinhos de que gosto (blogs)…

Parece que as caixas de comentários vão ser abordadas por este “esqueleto ambulante”, porque não me esqueci deles :)


Um resto de uma boa semana :P

terça-feira, 30 de junho de 2009

Os meus interesses por canais de televisão, derivam consoante o meu estado de espírito. A verdade é que não dispenso de uma única (a menos que comecem a empatar muito a historia, como acontece varias vezes) novelita (da tvi), algumas series (contacto, casos arquivados, CSI etc) e uns bons filmes…
Estes dias, à noite (é raro adormecer antes da 1h da manhã) estava eu a percorrer os canais, quando dei por um em que estava a falar da prisão de Abu ghraib.
Ora bem, não costuma ser um assunto em que eu pare para o ver, para entender, mas este conseguiu com que assim fosse.
Após uns minutos, percebi o que se passava (ou passou) nessa prisão…
Eu já tinha ouvido qualquer coisa de uma mulher que tirou fotografias, mas quando me passou de relance, nem prestei sequer atenção…


Ouvi esta GAJA a dizer que as fotografias que tirava, eram apenas fotografias, não revelavam qualquer sentimento pela "vitima", eram apenas fotografias, à qual gostava sempre de andar com a maquina a tirar...
Como deve ser do vosso conhecimento, nesta prisão, havia de tudo e mais alguma coisa, eram dias e dias de torturas (quem fala de tortura, fala de muitos outros actos para alem da pancadaria) para com os prisioneiros:



Qual é a merda de mulher ou homem que se depara numa situação destas, lhes é indiferente, e ainda gozam, e abusam dos outros, parecendo eles uns bonecos?
A verdade é que muitos estão presos porque fizeram alguma coisa de grave, outros estão por pura injustiça.
Se a justiça, assim decidir, em casos extremos (falo principalmente no estrangeiro) serão julgados à morte, mas enquanto isso estão à espera da sua hora...
Não quero muito Adiantar-me neste assunto, mas pergunto-me:
- mas que raio de guarda, soldado, ou lá como quiserem chamar, tem o direito de andar a gozar com os prisioneiros, fazendo-lhes a "breca", até não poderem mais? com que direito? já não lhes basta estarem enfiados num "buraco", sem qualquer liberdade? sabendo já o que o futuro lhes reserva?

Depois quando isto é tudo revelado, descoberto, vêm esses tais guardas, lamentarem-se, porque estão arrependidos, ou porque eram pressionados etc etc...
mas querem "comer o caco" a quem?
(agora sim, era bem feito se um dia passassem pelo mesmo que os prisioneiros passam e isto é viável tanto para os estabelecimentos estrangeiros como portugueses...)
Tarados do cara***

sexta-feira, 26 de junho de 2009

A comichão e as más figuras

Na Vodafone:

À nossa frente estava apenas uma senhora.
Enquanto ela estava a ser atendida, nós esperávamos pela nossa vez.
Até que de repente, educadamente, interrompemos só para fazer uma pergunta (seria escusado estar ali à espera caso fosse desnecessário).
O senhor acaba por nos responder. Já na hora do agradecimento, o senhor começa a mexer no nariz (por dentro).
Mesmo antes de virarmos as costas deparo-me com o seguinte:
O homem acaba de tirar os dedos no nariz e de imediato coloca a mão (assim bem aberta) em cima do papel da senhora, quando esta fica com o olhar fixo na folha.
(confesso que não faço a mínima ideia se saiu ou não algum ingrediente).

Bem, deu-me logo uma vontade de rir (não porque teve piada, mas foi um género de riso de nojo e ao mesmo tempo de algo inesperado).

Fez-me logo lembrar uma situação de há uns 4 anos atrás:
O Homem da drogaria mete uma caneta no ouvido (a coçar) e quando chega a altura da pessoa que ia comigo, assinar uma factura (ou lá o que era aquilo) empresta a mesma caneta para assinar…

Digo eu muito baixinho: Oh L… o senhor andou com essa caneta no ouvido…

Bem, recordo-me tão bem a cara de nojenta com que ela ficou, que me ri naquele preciso momento…

Porra, mas será que não sabem controlar determinadas comichões?
Ou melhor, não sabem ter modos?

Portanto, vejam lá se têm cuidado, não vá algum de vocês receber algum bónus inesperado LOL

Bom fim-de-semana :)

terça-feira, 23 de junho de 2009

Levanto-me, arranjo-me, vou à rua…

Levo logo com o cheiro a sardinha. Não gosto do cheiro nem de as comer, mas simplesmente fez-me recordar quando era pequena…

Na altura do S.João, era uma ansiedade para chegar a noite, dar-mos lume ao balão, ajudar a levanta-lo e a vê-lo voar, era uma alegria. Andarmos à volta da fogueira, saltar, a competir quem dava o salto mais alto, quem não se queimava, cantar à volta da fogueira de mãos dadas, jogar o jogo da farinha, o jogo do saco etc etc

Crianças inocentes, com a alegria da simplicidade, incentivadas pelos mais adultos…

Sinto saudades desses tempos, tempos que ficam apenas na memória, porque os hábitos agora mudaram… dantes éramos observados pelos mais adultos, hoje gosto de observar os mais novos e incentiva-los para a diversão, já não gosto das mesmas brincadeiras, mas gosto de recordar o meu passado através dos actos dos mais novos de agora…

Saudades daqueles tempos em que “tudo” era inocente, tudo era brincadeira, saudades da minha pessoa em si enquanto pequena :)



Hoje sou mais adulta, com outros hábitos, outros gostos nas brincadeiras, mas, ainda assim, continuo aquela pequenina desde sempre, apesar de adulta :)



E assim recordo com um sorriso nos lábios, os momentos bons enquanto pequena


BOM S.JOÃO :)