domingo, 17 de maio de 2009


Porque às vezes esquecemos de viver a nossa vida, apenas olhando os problemas que nela existe, damos valor ao que é indispensável,

Achamos que a vida é tão injusta que pouco nos esforçamos para nos sentirmos VIVOS. Não é apenas sentir que o sangue ainda nos corre nas veias e que ainda nos mantemos de pé, mas sim desfrutar do que de bom ela(a vida) nos dá, das oportunidades que nos aparecem à frente, tendo nós a capacidade de as sabermos governar…

E como se costuma dizer (e bem), “viver é desenhar sem borracha”, porque o que não vivemos no passado jamais o iremos viver no presente, apenas podemos remediar e tentar compensar (sim, porque o que passa e se perde nunca é recuperado, apenas emendado) o tempo perdido, para hoje e amanhã!!!

12 comentários:

CybeRider disse...

Olá Soraia!

Ideia gira!

Essa frase é formidável: “viver é desenhar sem borracha”...

Numa leitura imediata diria que de facto não podemos apagar os erros, podemos redesenhar algumas linhas, corrigir sem apagar. Mas acabamos sempre por perder muitas coisas...

Não se consegue viver tudo o que há para viver, apenas as coisas que escolhemos e as que nos caem no caminho (nem sempre boas).

Achei no entanto que a frase da imagem tem que se lhe diga. É que não só a maioria das pessoas "apenas existe", subjectivamente, mas objectivamente (não te arrepies...) a maioria das pessoas já/ainda não existe.

E isso faz também com que a vida seja uma raridade.

:)

Soraia Silva disse...

CybeRider:

Por mais que se corrija, as coisas de facto nunca serao iguais, e a forma de viver determinados momentos (corrigidos), tambem ja nao serao vividos da mesma forma, pois os dias nunca sao iguais...

infelizmente nao, nao se consegue viver tudo, principalmente vivermos tudo aquilo que mais desejariamos, talvez porque a vida possa ser infinita ou por contratempos da vida...

porque é que achas que em muitos casos se usa a expressao: "tu nao existes" ???
eheheh

beijinho :)

Marquês de Sade disse...

Gostei do texto... Aliás, gostei mesmo muito! Parabéns!
Bjinho

Soraia Silva disse...

Marquês de Sade:

Quando as coisas nos saem verdadeiramente da alma, dá nestes textos :P

sim porque o que escrevi é mesmo o que sinto em relaçao à vida :)

beijinho e obrigada pela visita :)

Sanxeri disse...

Ha que aproveitar as oportunidades que a vida nos concede.

Soraia Silva disse...

Sanxeri:


Exactamente :)

Nirvana disse...

De facto, uma das frases que mais se ouve é a vida não é justa...
Às vezes, passamos a nossa vida à procura de algo, de algo que nem sabemos bem o que é. Ficamos à espera, e enquanto isso, a vida vai passando. Esquecemo-nos de olhar para o lado, para tudo o que temos: para nós, para a família, para os amigos, para toda a alegria que nos dão.

Como dizia Fernando Pessoa "ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise... deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da sua própria história"... mesmo sem borracha.

Patrícia disse...

Tens toda razão Soraia e a expressão "viver é desenhar sem borracha" não podia estar mais certa ... viver não é fácil e nem sempre vivemos a vida como devia apenas vamos andando por cá e deixando passar os dias.

Há que saber viver e aproveitar as coisas boas da vida :))

Desculpa a expressão, não é prejurativa em qualquer sentido :)), mas és uma menina muito sábia, vejo isso em alguns comentários que tens deixado no nosso cantinho ... Beijinhos com carinho

Carla disse...

há que dar valor às pequenas coisas para sermos felizes e por vezes não pensar tanto nos problemas!

miminho no meu cantinho***

Soraia Silva disse...

Nirvana:

Sim de facto é verdade...
A vida cada vez "nos" passa mais ao lado, por deixarmos escapar o valor de muitas coisas que nos seriam de mais interesse para a VIDA...
de facto para mim ser feliz é saber que tenho valor nesta vida, que posso ser autonoma, tanto das palavras como da minha propria vida (há limites claro)...


beijinho :)

Soraia Silva disse...

Patrícia:

Temos mesmo que aproveitar as coisas boas que a vida nos dá, porque caso contrario, VIVER nao faria sentido..

Enquanto crescia, fui obrigada a ver a vida com "bons olhos de se ver", saber distinguir muitas coisas, saber o que queria da vida!
Agora tenho a minha maturidade, a minha personalidade, o meu ponto d evista em relaçao às coisas, mas, para sábia, mas mesmo sábia, ainda preciso de crescer, viver e aprender MUITO MAIS :)

beijinho :)

Soraia Silva disse...

Carla:

em cada minuto que pensamos nalgum problema, estamos a perder (talvez), minutos de felicidade :P

beijinho :)

ps: vou lá ver