domingo, 5 de abril de 2009


A vida é um poema muito lindo
Se assim a quisermos fazer
Nem tudo serão rosas
Mas tudo faremos para vencer

Coisas más e coisas boas
Coisas tristes e alegres
Tudo se junta num bolo
Só temos de separar as pestes

A vida é o maior poema
Desde que nascemos até ao morrer
Mas enquanto a vivemos
Temos de aproveitar e fazer tudo para a merecer

Não vale a pena andarmos tristes
E se tristes estamos temos de nos alegrar
E com essa alegria contagiar os outros
Para do poema fazer algo de encantar

E se tivermos sempre alegres
Com essa alegria podemos ajudar
Todos os que quisermos
E que se deixem libertar

(Blue Heaven)


8 comentários:

escarlate.due disse...

sou completamente a favor disso.
um bom riso ajuda sempre
e viver é a melhor coisa do mundo

Ricardo disse...

Nem sempre, se consegue adaptar a vida à poesia...

Mas, pode-se pelo menos tentar! :)


Beeeiijjjooo

Soraia disse...

escarlate.due:

nem em todos os casos o riso é a melhor soluçao :P
embora de facto ajude muito :)

beijo

Soraia disse...

Ricardo:

entre a vida e a poesia, por vezes existe um ponto em comum:
em ambas se pode "escrever" o que se quer, à maneira que se quer...
a diferença é que por mais bom ou mau que seja o poema, pode-se sempre sarrabiscar e tentar melhorar, enquanto na vida, mau ou bom, os dias nao voltam a tras, sem nos darem a hipotese de podermos melhorar algo que nos "falhou"...

beijo.
amo-te :)

Maria Tudor disse...

passei para te dar um abraço...

:)

Mariana disse...

Gostei do blogue:)

uma boa semana:)

bj

Soraia disse...

Maria Tudor:

obrigada igualmente :)

Soraia disse...

Mariana:

obrigada :)
volta sempre!!!

beijinho e boa semana para ti tb :)